This is the default caption.
 

Acesse o Link para fazer sua inscrição: 23.º Pedal Integração


VAI SER NESTE DOMINGO que iremos sortear as bikes abaixo!!!!

Para quem participar do 23.º PEDAL INTEGRAÇÃO, na cidade de Rio Claro Uma bike CORRATEC e uma KRONUS.

Mas para poder concorrer é preciso fazer a inscrição antecipada até 27/08/2016 as 23:59 hs. vespera do evento, e levar um pacote de fralda geriatrica tamano P ou G para doarmos as entidades que cuidam de pessoas idosas aqui na cidade de Rio Claro.

Durante a entrega do pacote de Fralda o participante receberá uma pulseira com número, em seguida participarão do pedal circuito pró ou light 45km ou 30km, somente após o final do pedal é que ocorrerão os sorteios.

Portanto não deixem para a ultima hora façam já suas inscrições para melhor controle.no link acima!!!


loucos por terra

loucos por terra


Simultaneamente ao Evento: Pedal Integração, no recinto do Sobradão estará acontecento a Feira de Confecções Shopping das Fábricas Rio Claro. "Aproveitem".


ATENÇÃO!!! AS INSCRIÇÕES SE ENCERRAM NO DIA 27/08/2016 AS 23:59 HS.


VEM AI O 23.º PEDAL INTEGRAÇÃO EM RIO CLARO!!!

DIA 28/08/2016 VENHAM INVADIR RIO CLARO!!!

loucos por terra

Assista o video de divulgação do: 23.º Pedal Integração


loucos por terra


Como chegar ao local de Concentração do 23.º Pedal Integração

loucos por terra

Vindo pela Rodovia Whashington Luiz, sentido Capital-Interior, pegar saída sentido Araras no KM 179. Seguir pela Rodovia Wilson Finardi Sentido Araras. Pegar saída para Rio Claro/Ajapi/Ferraz (ponto de referência - saída logo após a portaria da empresa Esmaltec). Seguir pela Avenida Brasil até a Avenida M35 (avenida fica entre dois terrenos baldios). Seguir em frente pela Avenida M35 até o seu término, no cruzamento com a Rua M4. Logo que virar na Rua M4, virar novamente na primeira rua a esquerda, Rua M5. Logo que entrar na Rua M5, virar novamente na primeira rua a direita, acessando a Estrada Municipal Sobrado. Seguir pela Estrada Municipal Sobrado até o local do evento.


loucos por terra

Vindo Pela Rodovia Wilson Finardi sentido Araras-Rio Claro, pegar saída para Rio Claro/Ajapi/Ferraz. No balão, seguir placa indicando Rio Claro. Seguir pela Avenida Brasil até a Avenida M35 (avenida fica entre dois terrenos baldios). Seguir em frente pela Avenida M35 até o seu término, no cruzamento com a Rua M4. Logo que virar na Rua M4, virar novamente na primeira rua a esquerda, Rua M5. Logo que entrar na Rua M5, virar novamente na primeira rua a direita, acessando a Estrada Municipal Sobrado. Seguir pela Estrada Municipal Sobrado até o local do evento.


loucos por terra

Vindo pela Rodovia Whashington Luiz, sentido Interior-Capital, pegar saída sentido Ipeúna no KM 180, chegando no balão, seguir placas sentido Araras. Seguir pela Rodovia Wilson Finardi sentido Araras. Pegar saída para Rio Claro/Ajapi/Ferraz (ponto de referência - saída logo após a portaria da empresa Esmaltec). Seguir pela Avenida Brasil até a Avenida M35 (avenida fica entre dois terrenos baldios). Seguir em frente pela Avenida M35 até o seu término, no cruzamento com a Rua M4. Logo que virar na Rua M4, virar novamente na primeira rua a esquerda, Rua M5. Logo que entrar na Rua M5, virar novamente na primeira rua a direita, acessando a Estrada Municipal Sobrado. Seguir pela Estrada Municipal Sobrado até o local do evento.


PEDAL SANTA OLIMPIA

REALIZADO EM MEADOS DE JANEIRO 2016

Fonte: www.santaolimpia.com.br

O bairro Santa Olímpia, na cidade de Piracicaba, é um pequeno pedaço do Trentino no Brasil. Fundado por imigrantes tiroleses no final do século XIX, o bairro mantém hoje viva a memória e as tradições dos pioneiros, através do folclore, da gastronomia, das festas típicas e do modo de viver e falar de seus moradores.

A praça de Santa Olimpia A primeira impressão de alguém que chega ao pequeno bairro rural de Santa Olímpia é a de ter encontrado em meio ao verde da paisagem uma pequena aldeia de montanha: uma igreja central, rodeada por uma ampla e tranqüila praça, enfeitada com belas flores e verdes árvores; logo ao lado é possível ver as pequenas e estreitas ruas, como aquelas das aldeias européias, com janelas e portas que dão diretamente para a rua. Esta bela e romântica aparência também reflete o modo de viver de seus habitantes, gente simples e muito alegre, que mantém em terras paulistas a sinceridade e hospitalidades dos tiroleses.

A belíssima Igreja central, em honra à Imaculada Conceição, garante à paisagem um aspecto de aldeia medieval, fazendo do bairro um cartão postal para o visitante. Junto à praça é possível ouvir entre uma conversa e outra o dialeto ítalo-tirolês, ainda falado pelos habitantes do local, e não apenas pelos mais velhos, mas também por alguns jovens e crianças, preservando com muita estima a língua de seus antepassados.

Outra característica de seus habitantes é a profunda religiosidade católica, sinal de amor e gratidão pelos benefícios que os imigrantes tiroleses encontraram no Brasil. O “escadão” ao lado da igreja é uma antiga tradição arquitetônica, uma das poucas escadarias para as procissões da vias sacras ainda existentes no mundo. Construído em 1945, a grande escadaria possui 90 degraus, divididos em 15 lances de escada, um para cada estação da Via Sacra.

loucos por terra

loucos por terra

loucos por terra

loucos por terra

loucos por terra


VEM AI O 20.° PEDAL INTEGRAÇÃO EM LIMEIRA!!!

DIA 21 DE FEVEREIRO DE 2016 VAMOS INVADIR LIMEIRA!!!

loucos por terra

Acesse o link faça sua inscrição: www.crossbike.com.br


Caminho da Luz

Créditos: www.rastrodeluz.com.br e www.caminhodaluz.org.br

loucos por terra

loucos por terra

loucos por terra

loucos por terra


Churrasco Loucos Por Terra 2015

E para comemorar os cinco anos de formação do grupo Loucos por terra foi realizado o tracional churrasco de confraternização, onde contamos com a presença de inúmeros participantes e seus familiares. Mais uma vez sucesso total desde a organização que conta com uma equipe para isso, até sua realização. Um destaque importante ficou marcado pela doação de brinquedos por parte dos participantes, todos os brinquedos serão doados à uma instituição de caridade para realizar o sonho de crianças carentes.

Somos os Pioneiros -Grupo de MTB de Rio Claro...com Filosofia defina:

FILOSOFIA DOS LOUCOS POR TERRA

MISSÃO - promover a amizade, o respeito e a admiração entre as pessoas, aproximando-as através da bicicleta, paixão em comum. Utilizar o meio natural como ambiente de lazer e atividade física.

VISÃO - ser um grupo de amigos Biker´s reconhecidos no aspecto pessoal, social e filantrópico.

VALORES - respeito, integridade, honestidade e acima de tudo COMPANHEIRISMO.

Fotos by: Andre Aparecido Geraldini

loucos por terra

loucos por terra

loucos por terra


Pedal Pico do Gavião

Localizado na Serra do Caracol, divisa entre as cidades de Andradas MG e Águas da Prata/SP, o Pico do Gavião é um atrativo natural a 1663 metros de altitude, classificado como um dos melhores no ranking mundial para a prática do vôo livre, com rampas naturais de 360º que permitem decolagens em todos os quadrantes. Ótima infra-estrutura, com água corrente, energia elétrica, lanchonete, sanitários, enfermaria, loja especializada em equipamentos de vôo, estacionamento para mais de 300 veículos, mais de 1000m² de área gramada para montagem de equipamentos, churrasqueira, área de camping, guarita de segurança, acesso pela rodovia Andradas - Poços de Caldas, com entrada a 11km em estrada de terra em boas condições, e acesso ao topo com via pavimentada.

Um pedal para nuncas mais esquecer um dos lugares mais bonitos do Brasil quem teve a oportunidade de lá estar sai deslumbrado com a natureza o clima enfim, a beleza do local se torna quase indescritevel somente com palavras. É preciso lá estar para poder sentir e ver tudo isso, para poder curtir um pouco de tudo isso enquanto não dá para ir até Andradas, abaixo deixaremos um link onde tem uma câmera transmitindo imagens ao vivo do local.

IMAGENS AO VIVO PICO DO GAVIÃO

Fotos by: Andre Aparecido Geraldini

loucos por terra

loucos por terra

loucos por terra


CICLOVIAGEM – NAVEGANTES-SC À GRAMADO-RS

Por: Jessie Heleno Chimachi

Grupo: Loucos por Terra | Rio Claro-SP | Leme-SP | Jundiai-SP | Santos-SP

O interesse por esta cicloviagem iniciou em 2013, quando da aquisição do guia “BluGrama” da editora Kalapalo, do autor Guilherme Cavallari.

Após leitura completa deste guia, aliado ao meu conhecimento da região Sul, comecei a fazer o planejamento das cidades que passaria distâncias e altimetria de cada percurso, até mesmo por que tinha o objetivo em aproveitar a cicloviagem para descer a Serra do Corvo Branco e subir a Serra do Rio do Rastro, ambas em Santa Catarina, colocando um pouco mais de aventura no roteiro. Toda a informação foi para uma planilha (abaixo).

loucos por terra

Apesar de estar muito bem definido cada dia da pedalada, na prática foi outra situação, além de algumas alterações como: trajetos dos dias 10 e 11 pedalei no mesmo dia, antecipando minha viagem, chegando a Gramado no sábado.

Agosto foi o mês escolhido, por ainda estar no “inverno” ou no seu fim, tendo em vista menor incidência de chuva, quando comparado com outras épocas do ano e o desgaste físico tende a ser menor em virtude das temperaturas serem amenas (ou deveriam ser).

Com todas as informações organizadas, aliado ao meu período de férias do trabalho, fiz a aquisição das passagens aéreas de Campinas para Navegantes e de Porto Alegre para Campinas, visto que minha aventura terminaria em Gramado e de lá desceria de ônibus para Porto Alegre que por sua vez embarcasse no avião para Campinas. Além das passagens, também fiz os contatos nas pousadas, algumas delas indicadas no guia fazendo as respectivas reservas.

Comecei então, a pensar o que levar para esta que seria minha maior cicloviagem e ainda por cima, sozinho. Eis a dúvida: alforje ou mochila? Bagageiro e alforge iriam diminuir a agilidade da bicicleta, teria carga sobre “a magrela”, por outro lado, mochila nas costas poderia ser desconfortável e não caberia tudo o que teria que levar. Mas o que teria que levar? Foi ai que fiz um check list (ao lado) e, em seguida, testei “se todos os itens caberiam na mochila de 22L”. Coube! A decisão foi pela mochila. Além desta também ando com uma polchete onde deixo a carteira, jogo ferramentas, canivete e uma câmara de ar (fácil acesso).

loucos por terra

Tudo decidido e organizado, inclusive o trajeto que ficou assim: Navegantes | Blumenau | Apiuna | Ibirama | Rio do Sul | Aurora | Ituporanga | Petrolândia | Rio Rufino | Urubici | Serra do Corvo Branco | Guatá | Serra do Rio do Rastro | Bom Jardim da Serra | Cânion Monte Negro | São José dos Ausentes | Cambara do Sul | São Francisco de Paula | Gramado.

Conforme planejado, sexta feira, 07 de agosto foi o dia da pedalada inicial. Voei de Campinas à Navegantes-SC, onde após desembarque fui direto à agência dos Correios, despachar minha mala bike para Porto Alegre (não precisava ficar carregando este peso). Mala bike postado, bike montada, vamos pedalar: *Nota, a mala bike não chegou, conforme esperado, pois os Correios de Porto Alegre alegou estar com problemas no leitor ótico das encomendas e estaria fazendo toda a conferência e digitação manual. Assim sendo, passei em uma bike shop, peguei uma caixa de papelão, e embalei minha bicicleta para voltar (chegou com 5 dias de atraso). Esta foi uma situação pontual, mas devemos levar em consideração no planejamento de uma próxima viagem quando a mala bike for despachada para o destino final.

loucos por terra

loucos por terra

loucos por terra

loucos por terra

loucos por terra

loucos por terra

Deixo como aprendizado que para qualquer cicloviagem NUNCA usar apenas uma fonte de informação. Nem todos os tracks que estão disponíveis na internet estão isento de erros, falhas. O guia foi de suma importância, pois as informações ali contidas eram fidedignas, e sempre tinham um ponto de referência, que quando me pegava em dúvida era só conversar com os moradores locais, citando tais pontos, que a conversa e as informações fluíam. Apesar da tecnologia, o mapa (visual) foi uma das informações mais relevantes nesta cicloviagem, além de trazer outras informações como: distâncias, altimetrias, dificuldades físicas e técnicas, hospedagens entre outras. Em suma, para esta viagem utilizei dos seguintes equipamentos:

• Bike: Trek Superfly Full Suspension AL 100 – ano 2012 – 30v.

• Mala-bike: flexível de fabricação própria

• GPS: Garmim EDGE 800

• Mochila 22 L com capa de chuva

• Polchete


Realizada mais uma etapa do Pedal Integração a 19.ª - Itapira

No dia 06 de dezembro foi realizada mais uma etapa do pedal integração a última de 2015. A cidade de Itapira recebeu aproximadamente 400 bikers para essa edição. Como não podia deixar de ser diferente, as belas trilhas e as paisagens deixaram os participantes deslumbrados com o que viram.

Para conferir as fotos acesse o link: Album de Fotos no menu lateral.

loucos por terra

loucos por terra

loucos por terra


VEM AI O 19° PEDAL INTEGRAÇÃO EM ITAPIRA

DIA 06 DE DEZEMBRO DE 2015 VAMOS INVADIR ITAPIRA!!!

loucos por terra

Acesse o link faça sua inscrição pelo CELULAR: 19.º PEDAL INTEGRAÇÃO


Confira as demais materias  
loucos por terra  




© 2012 Loucos por Terra - Todos os direitos reservados.